Fale conosco pelo WhatsApp

Cifose de Scheuermann

Fotos de cirurgias reais, originais de autoria do Dr. Barsotti.

A doença de Scheuermann representa uma das causas mais comuns de cifose estrutural, sendo mais frequentemente diagnosticada durante a puberdade

Também conhecida como osteocondrose juvenil, a cifose de Scheuermann é uma deformidade incomum que se manifesta na adolescência, levando ao arqueamento das costas. Esta é uma alteração mais comum entre os meninos e se desenvolve ao longo da fase de crescimento ósseo, ocorrendo quando a parte da frente da coluna não cresce tão rápido quanto a região de trás, gerando uma curvatura anormal.

As vértebras afetadas pela cifose de Scheuermann geralmente são as localizadas na região torácica, fazendo com que o paciente fique com uma postura ligeiramente curvada para a frente. Apesar disso, a alteração pode se manifestar em qualquer outra vértebra, alterando a postura do indivíduo de acordo com a região afetada pela doença. Entenda melhor sobre esta deformidade a seguir.

O que é a cifose de Scheuermann?

A cifose é caracterizada pela presença de um desvio na coluna em que a convexidade fica projetada para as costas da pessoa, fazendo com que se forme uma “corcunda”. Em alguns casos, a alteração pode fazer com que o paciente apresente o pescoço, os ombros e a cabeça curvados para a frente. Esta é uma deformidade que pode ser causada por diversos fatores, sendo geralmente classificada de acordo com eles.

A cifose de Scheuermann recebe este nome em homenagem ao médico que descreveu a alteração pela primeira vez, apontando a doença como a causa mais comum de hipercifose na adolescência. A causa exata da doença é considerada desconhecida, mas atualmente acredita-se que o problema seja originado pela combinação entre genética e fatores mecânicos que podem causar estresse biomecânico e impedir o crescimento ósseo correto.

A medicina também identificou alguns fatores que podem aumentar o risco de uma pessoa desenvolver a doença, tais como osteoporose, má-absorção de nutrientes, infecções e doenças endócrinas específicas.

Principais sintomas da cifose de Scheuermann

O principal sintoma desta alteração é a mudança estética, já que a cifose de Scheuermann faz com que a coluna fique com uma aparência arredondada e deformada. Esta é uma doença que pode fazer com que o paciente se sinta insatisfeito com o próprio corpo, especialmente quando a corcunda fica muito visível, e a primeira consulta com um ortopedista especializado em coluna normalmente ocorre por causa deste incômodo.

Outros sintomas que também podem se manifestar a partir da condição são:

  • Rigidez muscular e flexibilidade limitada;
  • Dor ou dificuldade para praticar atividades físicas;
  • Sensibilidade da coluna;
  • Dependendo do caso, lordose compensatória.

Embora não sejam comuns, casos mais graves de cifose de Scheuermann podem prejudicar a medula espinhal ou até mesmo os órgãos internos, causando sintomas como dificuldade para respirar ou escoliose coexistente.

Diagnóstico da deformidade: como é feito?

De acordo com a literatura médica, é necessário que o paciente apresente pelo menos três vértebras subsequentes com formação em cunha, fazendo com que a coluna curve mais do que 5 graus. Para identificar essa característica, normalmente é solicitado apenas um exame simples de radiografia, mas também pode ser necessária uma ressonância magnética para identificar detalhes mais específicos que podem ajudar no tratamento.

Além disso, o ortopedista especializado em coluna deverá avaliar o histórico médico do paciente e fazer um exame físico para descartar a possibilidade de que os sintomas sejam associados a outras condições semelhantes à cifose de Scheuermann. Outros achados clínicos comuns da condição são a diminuição do espaço discal, irregularidade nos platôs vertebrais e herniação do disco para dentro do corpo vertebral.

Tratamento para cifose de Scheuermann

As metodologias empregadas no tratamento da deformidade são sempre individualizadas, variando principalmente de acordo com a idade do paciente, o grau da curvatura e as complicações da doença de Scheuermann. Inicialmente, a maioria dos casos demanda apenas observação com radiografias e exames anuais para verificar se houve aumento da curvatura e piora dos desconfortos.

Durante esta etapa de observação, geralmente é recomendado que o paciente fortaleça os músculos que atuam com a extensão da coluna, além de tentar preservar a flexibilidade das estruturas. O uso de uma cinta ortopédica também pode ser recomendado pelo especialista como forma de tentar endireitar a coluna e impedir a progressão da curvatura, aliviando a pressão sobre as vértebras e permitindo que o crescimento seja normalizado.

O tratamento conservador também inclui a realização de fisioterapia e exercícios de alongamento para aumentar a amplitude de movimento, manter a flexibilidade e fortalecer a musculatura da região das costas. Caso o paciente sofra com dores, também é recomendada a utilização de medicamentos analgésicos para alívio do desconforto, assim como a aplicação de compressas localizadas.

Cirurgia para correção

A intervenção cirúrgica é indicada para casos muito específicos, que apresentam curvaturas maiores que 65 graus, além de déficit neurológico e perda do equilíbrio corporal. Indivíduos que sofrem com dores que não são controladas a partir das metodologias conservadoras também podem necessitar do procedimento. O caso deve ser sempre avaliado de maneira criteriosa pelo ortopedista especializado.

O tratamento cirúrgico visa reduzir a angulação da curva, o que geralmente é feito a partir de um processo que inclui o reposicionamento da coluna e a fusão das vértebras, de modo a impedir que elas voltem a apresentar uma curvatura acentuada. Uma vez que a cifose de Scheuermann envolve um encurtamento da parte anterior da coluna, pode ser necessário utilizar técnicas específicas para equilibrar as regiões vertebrais e ganhar o espaço necessário.

É importante lembrar que a coluna é uma estrutura bastante delicada e uma cirurgia na região deve ser cuidadosamente planejada por um profissional com aprofundado conhecimento a respeito de cirurgias ortopédicas de coluna. Os principais riscos associados a este tipo de intervenção dizem respeito à possibilidade de infecção, lesão vascular, lesão neurológica e falha na colocação dos implantes.

O método de tratamento para cifose de Scheuermann deve ser definido por um especialista em coluna, que irá avaliar as particularidades, necessidades e condições físicas do paciente. Mesmo que a cirurgia não seja recomendada, é fundamental que o problema seja devidamente acompanhado por este especialista, de modo a evitar a progressão da doença e o desenvolvimento de complicações.

Para saber mais a respeito da cifose de Scheuermann e tirar suas dúvidas sobre a deformidade, entre em contato e agende uma consulta com o Dr. Carlos Barsotti.

Fontes:

Manual MSD

Revista Brasileira de Ortopedia